Terça-feira, 29 de Maio de 2012

O que é feito do Serviço Nacional de Saúde? Onde está Portugal?

Finanças Públicas, austeridade, dinheiro, FMI e BCE, são tudo termos ou siglas em voga nos últimos tempos e que o Povo vai ouvindo e aguentando ou, caso não ouça porque não entende ou não aguente porque já não pode mais,vai ”morrendo” sob a visão miúpe e vesga, mais do que dúbia, de um tecnocrata do meio financeiro, outrora cobrador de impostos e hoje arvorado em Ministro da Saúde!

 

Tudo isto se passa em Portugal, no pequeno e grande Portugal onde há fortunas fabulosas, compadrios e fabulosas confabulações além de senhores que se permitem fugir para Paris, já que roubar mais não poderão, enquanto outros, que já roubaram, vão vivendo - coitadinhos! – exilados em ilhas paradisíacas onde a mão do novo “fisco” ou a espada da Justiça não lhes chega!...

 

Nunca pensei que o país descesse tão baixo e me pudesse algum dia encontrar perante uma Justiça tão injusta, tão morosa e complacente e que, a menos que mude rapidamente de rumo, em breve poderá vir a ser considerada conivente com as fraudes que diariamente se vão praticando a coberto de leis iníquas e cujo real alcance muito poucos se permitirão descortinar e muito menos conhecer.

 

O Estado não paga o que deve mas exige que os que lhe devem, nem que seja só em pura imaginação sua!, lhe pague…ou... penhora! Os “bancos” transformaram-se em confortáveis “maples” onde . à sombra de uma matemática mais do que duvidosa, praticam diária e impunemente, através dos lacaios que os servem, os mais violentos e crueis crimes de usura! Pretendem que lhes seja devolvido o que nunca emprestaram ou... penhora!

 

A economia, dita de merceeiro mas que, bem ou mal, sempre nos ia guiando no nosso dia a dia, transformou-se em altíssima ciência onde a maioria dos cérebros priviligiados que a cultivam, dizem só asneiras já que todos discordam uns dos outros sobre os mesmíssimos temas, apresentando para os mesmíssimos problemas, as mais díspares soluções!

 

A saúde degrada-se e cada vez mais se restringe num país que teve a sorte de ter um HOMEM que a criou, organizou e elevou a patamares nunca antes alcançados e que hoje, impotente, assiste revoltado ao desmoronar da sua Obra! Hoje o Estado, lenta mas inexoravelmente vai negando e corrompendo o SNS, esperando que os seus cidadãos, envelhecidos e doentes, vão morrendo, tanto quanto possível de causas ditas naturais mas a que será imperioso apontar o dedo para dizer que “mortos", "assassinados” por uma política de teórica, criminosa e de duvidosa racionalidade economicista de meios onde se fecham clínicas e hospitais, recusando transporte e agravando os custos da medicação aos que dela imperiosamente necessitam, assim permitindo ao Estado poupar as reformas dos que vão morrendo e efectuar, mantendo, situações de gravíssima injustiça que consente que Mexias e não Mexias proliferem e venham, usando uma linguagem pseudo-técnica que ninguém entende, justificar publicamente o injustificável!...

 

Desgraçado País este onde nasci, cresci e trabalhei acreditando. Desgraçado País que vejo hoje tratar os seus filhos como coisas, números, estatísticas e percentagens de um qualquer burocrata mais ou menos vesgo.

 

Desde já me penitenciando e, se necessário, mesmo retratando, se o que adiante transcrevo não corresponder à verdade, passo a dar conta de mais uma das inúmeras situações escandalosas e que recentemente a tal “mão amiga” que delas me abastece, me revelou:

 

“Felizmente não estão muito mal.

“Fazem parte dos QUADROS da PT os filhos/as de:- Teixeira dos Santos.- António Guterres.- Jorge Sampaio.- Marcelo Rebelo de Sousa.- Edite Estrela.- Jorge Jardim Gonçalves.- Otelo Saraiva de Carvalho.- Irmão de Pedro Santana Lopes.


“Estão também nos quadros da empresa, ou da subsidiária TMN, os filhos de :- João de Deus Pinheiro.- Briosa e Gala.- Jaime Gama.- José Lamego.- Luis Todo Bom.- Álvaro Amaro.- Manuel Frexes.- Isabel Damasceno.


“Quando necessita de "pareceres jurídicos", a PT recorre habitualmente aos serviços de:- Freitas do Amaral.- Vasco Vieira de Almeida.- Galvão Telles.

"Assim não há lugar para os colegas da faculdade destes meninos, muitos dos quais terminaram os cursos com média superior.

"Assim, muitos estão a aguardar o primeiro emprego, outros no desemprego ou a trabalhar numa área diferente da sua licenciatura.

"Lá calhou!...""


Vivam os velhos do Restelo como eu, ou melhor, que “morram” o mais tarde que lhes for possível e só quando Deus quiser, que não a "troyka"! 

 

E já agora: - muito me lembrei ontem do 28 de Maio!


publicado por Júlio Moreno às 15:23
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds