Sexta-feira, 23 de Novembro de 2012

A democracia versus civismo no nosso Parlamento

 

Surpreende-me que a nossa “democracia” não preveja e subsequentemente se não permita (diria mesmo, se não obrigue) a aplicar “sansões efectivas” aos deputados que, “agressiva e mal educadamente”, se acostumaram a utilizar “expressões injuriosas” durante os debates parlamentares em que intervêm sejam estas específicamente individualizadas sejam generalistas e vagamente utilizadas contra o ou um dos partidos opositores – expresões como “roubo”, “gatuno”, “mentiroso”, etc., (acompanhando com o gesto manual que tal simboliza, o que hoje, espantado, vi!) tudo impropérios a merecer umas reguadas iguais às que nos dava o meu saudoso professor da escola primária que nunca tal teria permitido, nem nunca permitiu tais comportamentos na nossa pequeníssima comunidade  (e certamente muitas outras que não tive ensejo de ouvir)! Não!

 

Parece-me ainda que, salvo melhor opinião, caberia àqueles que se afirmam representar a Nação, usarem de uma postura e de uma linguagem em tudo condizentes com o cargo que ocupam (estava tentado a dizer que pretensamente julgarão ocupar pois a esses que a aqui pretendo referir-me (quase sempre os mesmos) nunca lhes ouvi a mais pequena intervenção – a não ser que, por quaisquer motivos, de tal estejam mesmo impedidos pelos líderes das respectivas bancadas! -, e, sobretudo, quando “saissem da ordem” serem severemente repreendidos e punidos por quem preside à Assembleia que, por acaso "constitucional", é só a segunda figura mais importante, prestigiada e venerável do nosso Estado a seguir ao Presidente da República.

 

Será que a “imunidade” de que “inexplicavelmente” goza a maior parte destes arrogantes senhores que se dizem (e acho que muitos até se julgam…) representantes do Povo que os elegeu, Povo esse que, como acontece comigo, curiosamente, nem sequer sabia os seus nomes e muito menos lhes conhecia as caras aquando do voto o que só aconteceu agora quando, mercê da extraordinária invenção que a televisão representa, os podemos observar nos seus lugares, atentos uns, completamente alheados do que se passa outros, ou descaradamente conversando uns terceiros muito provavelmente se rindo da última anedota que terão ouvido esquecidos que estarão de que bem poderão ser eles mesmos os motivos de tais anedotas isto para não falar de alguns apanhados mesmo a dormir!...!

 

Nestas circunstâncias é minha convicção de que haverá democracia a mais e civismo a menos e que, no meio termo, balançarão ocultos interesses que muito provavelmente conflituarão com os conceitos antes referidos.

 

Pobre Nação em que a soberania já não residirá “em ela” mas sim “nela” e... muito toscamente…

publicado por Júlio Moreno às 03:15
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds