Domingo, 17 de Maio de 2009

Algumas datas apenas. E que estranhas coincidências elas encerram!...

É isso mesmo.

A minha vida, como a de toda a gente, está recheada de datas às quais pessoalmente atribuo os mais diversos significados mas que, exceptuando duas, em nada serão relevantes exceptuando as dos falecimentos de meus pais e do nascimento dos meus filhos. </p>O curioso e que duas há que, ao mesmo tempo que tão estranhamente me perturbam, dentre todas, se relacionarem de uma forma tão única e quase tão inconfessavelmente íntima que não resisti à tentação de aqui vo-las deixar sem qualquer outro comentário que não seja o da menção que delas mesm as faço: </p>- Dia 2 de Abril:  </p>- data em que nasci;
  • - data do falecimento de meu avô paterno - do qual sinto tanto ter herdado;
  • - data do falecimento do Papa João Paulo II, figura que muito me impressionou e cuja presença, infelizmente só televisiva, sempre senti próxima e à qual nunca fui insensível.
  • </ul>- Dia 27 de Dezembro: </p>- data do nascimento de alguém que me criou ilusões de juventude, sonhos de vida e que, desde muito cedo, se veio a revelar como todo o oposto de tudo quanto eu pensara;
  • - data do nascimento de um outro alguém que, sem que eu nunca o tivesse suspeitado, me fez suavemente renascer, retomar a força e a confiança já talvez perdidas e que hoje constitui o verdadeiro farol da minha vida.
  • </ul>Porque terá acontecido assim? Será que a muita gente tem acontecido o mesmo? </p>
    publicado por Júlio Moreno às 20:26
    link | comentar | favorito

    .mais sobre mim

    .pesquisar

     

    .Setembro 2013

    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6
    7

    8
    9
    10
    11
    12
    13
    14

    15
    16
    17
    18
    19
    20
    21

    22
    23
    24
    25
    26
    27
    28

    29
    30


    .posts recentes

    . Mais uma vez mão amiga me...

    . Um tristíssimo exemplo de...

    . A greve como arma polític...

    . A crise, o Congresso do P...

    . O PRESIDENTE CAVACO SILVA

    . Democracia à portuguesa

    . ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

    . Cheguei a uma conclusão

    . A grande contradição

    . O jornalismo e a notícia ...

    .arquivos

    . Setembro 2013

    . Junho 2013

    . Abril 2013

    . Março 2013

    . Fevereiro 2013

    . Janeiro 2013

    . Dezembro 2012

    . Novembro 2012

    . Outubro 2012

    . Setembro 2012

    . Agosto 2012

    . Julho 2012

    . Junho 2012

    . Maio 2012

    . Abril 2012

    . Março 2012

    . Fevereiro 2012

    . Dezembro 2011

    . Novembro 2011

    . Agosto 2011

    . Julho 2011

    . Junho 2011

    . Maio 2011

    . Abril 2011

    . Março 2011

    . Fevereiro 2011

    . Janeiro 2011

    . Dezembro 2010

    . Novembro 2010

    . Outubro 2010

    . Setembro 2010

    . Agosto 2010

    . Junho 2010

    . Maio 2010

    . Abril 2010

    . Fevereiro 2010

    . Janeiro 2010

    . Dezembro 2009

    . Novembro 2009

    . Outubro 2009

    . Agosto 2009

    . Julho 2009

    . Junho 2009

    . Maio 2009

    . Abril 2009

    . Março 2009

    . Fevereiro 2009

    . Janeiro 2009

    . Dezembro 2008

    . Novembro 2008

    . Outubro 2008

    . Setembro 2008

    . Agosto 2008

    . Maio 2008

    . Fevereiro 2008

    . Janeiro 2008

    . Dezembro 2007

    . Novembro 2007

    . Outubro 2007

    . Junho 2007

    . Fevereiro 2007

    . Janeiro 2007

    . Dezembro 2006

    . Novembro 2006

    . Outubro 2006

    . Setembro 2006

    . Agosto 2006

    . Julho 2006

    . Junho 2006

    . Maio 2006

    . Abril 2006

    . Março 2006

    . Fevereiro 2006

    . Janeiro 2006

    . Novembro 2005

    . Outubro 2005

    . Setembro 2005

    . Agosto 2005

    . Julho 2005

    . Junho 2005

    . Maio 2005

    .favorito

    . Passos Coelho: A mentira ...

    . Oásis

    .links

    .participar

    . participe neste blog

    blogs SAPO

    .subscrever feeds