Sexta-feira, 18 de Março de 2011

Procuro não ser alarmista e muito menos misantropo

Procuro não ser alarmista e muito menos cultivar a misantropia mas o certo é que os últimos acontecimentos me fazem pensar e pensar muito.

O Japão acaba de ser atingido, e continua sofrendo os seus incalculáveis efeitos, por uma terrível catástrofe cujo fim se não vislumbra ainda! Foi o terramoto de força 8,9 na escala de Richter e o maremoto que se lhe seguiu e cuja onda de dez metros de altura e várias milhas de extensão espalharam o terror, a destruição e a morte em todo o nordeste japonês ameaçando agora estender-se, com a radiações nucleares resultantes das explosões de, pelo menos, três dos quatro reactores nucleares de uma das estações existentes nessa região,ao norte, a todo o país, inclusive a Tóquio e, eventualmente a países terceiros.

Não acredito em profecias, 99,9% das quais se vêm a revelar falsas, totalmente fantasiosas e produto de mentes delirantes ou, o que será pior, de outras que, desse modo, se procurarão aproveitar da credulidade e da ingénua boa fé de muitos!

Acredito, porém, na justiça divina, na mão Daquele que ninguém nunca poderá ver mas em Quem muitos dos que me lêem acreditam também.

Recuemos, porém, ao hediondo, cobarde e mortífero ataque dos japoneses a Pearl Harbor, a 7 de Dezembro de 1941 e interroguemo-nos: - não estará agora o Japão, também com os seus inocentes filhos, a pagar por tal acto?

Deus seja misericordioso na sua Justiça mas que ela existe, existe. E ainda só irá em 1941! E daí para cá? Por quantos mais crimes e por que forma não terá a humanidade - à qual, na sua criação, Deus deu liberdade para agir e omitir, tanto no bem como no mal – que pagar ainda?

publicado por Júlio Moreno às 14:09
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds