Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Por aqui se poderá ter uma ideia da comunicação social que temos!

A vida moderna, sobretudo aquela que nos é dada a conhecer por uma desvirtuada, que não hesitarei mesmo em classificar de interesseira e oportunista, comunicação social dos nossos dias, (hoje), - jornalismo, (ontem) - , servida por “sapientíssimos” comunicadores, - doutores (hoje), meros jornalistas com ou sem "credenciais académicas superiores", (ontem) - como esse tal irritante Gabriel da RTP1 que se deve julgar de tal modo especial e dono de quanta verdade verborreia, que corta a meio, explorando, inconveniente e mal educadamente, eventuais explanações menos claras dos entrevistados, peritos que são e que ele, leigo que é, tão “ex-catedra” interroga em nome de um povo que nunca, para tal, lhe terá passado procuração - eu não passei nem nunca passaria - e cujas pequenas falhas de explanação, astutamente explora acabando por ser ele e não o entrevistado a deixar no ar o peso real das teorias que professa, sejam elas quais forem, tenha ou não razão naquilo que discute.

Vem isto a propósito do “alarido” que se vem fazendo – achado que foi o filão – das pobres, futuras e esperançadas mães que, em fase última de gestação, tiveram a desdita de terem perdido os seus filhos após terem sido vacinadas contra a gripe A.

Não interessa preservar o recato, porventura a própria dor. Interessa, isso sim, colocar todas as futuras e esperançadas mães em alvoroço, temerosas que estarão - e muito mais ficarão - que tais e tão funestos acontecimentos consigo se repitam!

E tanto faz que as autoridades médicas venham desmentir as insinuações que, com perfídia, direi mesmo, a comunicação social vem fazendo sobre o assunto já que esta, fazendo-me lembrar o “cachorro” teimoso que não larga o sujo trapo que abocanhou e que lhe pretendemos tirar da boca, chega mesmo a “rosnar” publicamente a sua insatisfação quando confrontada com a sua própria mediocridade.

Dão a notícia das grávidas que perdem os fetos depois de terem sido vacinadas. E já são duas, referem, insistindo na coincidência! Porém, tempos atrás e antes da gripe, nunca vi noticiado, e muito menos explorado por tal forma, que uma grávida tivesse perdido o seu filho “naturalmente” e sem que houvesse algo que transformasse tão triste acontecimento em notícia, o que acontece agora! E se assim fora, sensacionalistamente explorando então as naturais fraquezas humanas, muito teriam tido já que noticiar pois, a acreditar nas estatísticas que fontes credíveis ligadas à saúde têm afirmado, a média será de 28 a 30 casos por mês - um pouquinho mais que um e meio a dois por cada dia!

Mas não. Isso não era então notícia como o não será o publicitar diariamente o obituário natural do país onde, todos os dias, morre gente.

Lamentável, a todos os títulos lamentável! E é isto que se ensina nas escolas de jornalismo? É esta forma de actuação profissional, bem pouco ética, que se não importa com as possíveis e graves consequências que o alarme possa causar em todo o país, lhes é ensinada nos “cursos” que terão frequentado?

Pobre país que tais mentes tem e vem gerando e com elas tem hoje de se conformar! …
publicado por Júlio Moreno às 13:21
link | comentar | favorito
2 comentários:
De Contoselendas a 26 de Novembro de 2009 às 12:02
Obrigado por suas palavras, mas quem sou eu para avaliar seu trabalho.Fica meu email: contoselendas@sapo.pt

Abraços


De Contoselendas a 25 de Novembro de 2009 às 00:13
Adorei o tema. Pessoalmente penso que todo este tipo de jornalismo existe pela mesma razão que existem as revistas cor-de-rosa. Hoje em dia o “Zé povinho” que antes do vinte e cinco de Abril era “proibido de pensar” e falar, continua a agir de acordo com o vicio que tomou como se de um acto normal fosse, o acto de, “não pensar”, “não agir”, conformar-se. Conformismo, é assim que age o povo que prefere ler umas alcoviteirices, numa dessas revistas da moda, ou de um “bode expiatório”, para os males que “lhe” acontece no seu futebol, a parar, pensar e agir.
Os vícios continuam os padrinhos andam por todo o lado e todos procuramos um. É o nosso destino traçado. Sorte de ser um apadrinhado para a Doutor ser Encarecido.
Ps: Sobre a pergunta que colocou no meu blog não sei responder nunca tive propostas.

Abraços. Continue.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds