Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Despesas de manutenção!... Título sugestivo para um Manual de Vigarice e de Extorsão!

O descaramento vai tão longe que os Bancos não se coíbem de debitar despesas de manutenção de conta de 10 euros (mais de dois mil escudos na saudosa moeda!) a quem apresente saldos médios que não atinjam determinadas importâncias - os grandes esses não têm tal cobrança! - saldos esses que eles mesmos fixam e que nunca anunciam previamente aos incautos que neles abrem as suas contas!

Não vêm estes senhores, donos de autênticos negócios de usura (crime previsto e punido por lei - artº 226º do Código Penal abaixo parcialmente transcrito) que são os que menos podem que mais devem ser ajudados e que serão os dinheiros deles que, juntos aos dos ricos e famosos (e de moralidade tantas vezes duvidosa!), ajudam a construir os impérios que a actividade bancária hoje representa?

Onde a moralidade de retirar dez euros para despesas de manutenção a uma conta que, apresentando saldos irregulares, normalmente baixos mas sempre positivos, tem no momento do “saque” (para não chamar assalto) apenas 13 euros e pouco?

Onde estará essa moralidade quando estes senhores são irresponsavelmente compensados pelos governos que nos desgovernam com favores especiais de redução no pagamento de impostos sobre os fabulosos lucros que obtêm mormente (o que parece ainda mais incrível) em época de apregoada e verdadeira crise?

Quando haverá alguém neste país que entenda que ser-se legalista não deverá querer dizer o mesmo que ser-se desumano e que a lei se fez para servir os homens e não os homens para servirem a lei, normalmente injusta, desumana e flagrantemente iníqua, feita à medida de quem quer descaradamente proteger?

Gostaria que quem me apoiasse neste brevíssimo comentário que hoje aqui faço o fizesse claramente, bem à luz do dia, para eu poder finalmente aquilatar se não é a minha mente revoltada que desvaira e grita quando outra se cala e aceita como manada de carneiros a quem a vida vem pondo os mesmos antolhos que se costumam colocar nas mulas que puxam as carroças para se não desviarem do caminho que o animal que elas transportam lhes aponta sob a ameaça do chicote…

Segue a transcrição do crime de usura previsto e punido pelo Código Penal Português:

“Artigo 226º - Usura - 1 - Quem, com intenção de alcançar um benefício patrimonial, para si ou para outra pessoa, explorando situação de necessidade, anomalia psíquica, incapacidade, inépcia, inexperiência ou fraqueza de carácter do devedor, ou relação de dependência deste, fizer com que ele se obrigue a conceder ou prometa, sob qualquer forma, a seu favor ou a favor de outra pessoa, vantagem pecuniária que for, segundo as circunstâncias do caso, manifestamente desproporcionada com a contraprestação é punido com pena de prisão até 2 anos ou com pena de multa até 240 dias.
….””
publicado por Júlio Moreno às 14:54
link | comentar | favorito
1 comentário:
De contoselendas a 28 de Outubro de 2006 às 00:24
Olá. O tema dos Bancos estende-se infelizmente a muitas outros sectores da economia mundial. Os “fortes” definem as regras e não cumprem uma a que estejam sujeitos, os “fracos” cumprem, senão serão punidos. Infelizmente poucas ou nenhuma pessoa ou associação se mobiliza seriamente contra os lóbies desta “democracia” que começa a apodrecer. Já não existe valores nem moral.
Bom fim de semana.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds