Sexta-feira, 11 de Agosto de 2006

Pontos de vista…

Foi em comentário à trágica notícia publicada no Portugal Diário da IOL, objecto da minha entrada anterior, que teci algumas brevíssimas considerações sobre o que entendo deva ser o jornalismo e a função do jornalista.

E eis que as minhas despretensiosas palavras logo suscitaram os comentários que aqui ora transcrevo, bem como as respostas que entendi dar-lhes pois, como aprendi em menino e ciosamente guardo com a ajuda da naftalina do tempo, “nunca se deixa uma carta sem resposta”.

Sei que não eram cartas mas entendi que, nem por se tratar de meros "postais sem franquia", seria por isso mais desculpável deixar sem resposta quem teve a generosidade de ler o que escrevi e de se me dirigir dando-me a sua opinião.

Assim, e como a um deles prometi, aqui transcrevo ambos os textos: - os que me dirigiram e as respostas que dei acada um:

“Recado ao comentário de JM
“Des Contente
“2006-08-11 15:20
“O cavalheiro desculpe.
“Está no ano da graça de 2006, Março de l974 está já muito lá longe.
“Essa teoria de não noticiar as coisas más já era.
“O senhor deve ser um saudoso do lápis azul.
“Recicle-se.””

RESPOSTA:

“Resposta a Des Contente
“Agradeço o seu comentário que não posso levar a mal por vir de quem vem!
“Todavia, e já depois de me ter reciclado, conforme tão sabiamente me aconselha, gostaria de saber: - o senhor está contente ou descontente com o que se passa à sua volta, a começar, talvez, no Líbano?... Se está contente, estará tudo dito; se des contente, cuidado, olhe que descontente é só uma palavra, tudo pegado... Não se esconda atrás de pseudónimos sem sentido, talvez ocos como certas ideias... quem sabe? Tenha uma boa tarde e vá à reciclagem que está lá fresquinho.

“Já agora sugiro-lhe que visite o meu blog em www.mustbe.blogs.sapo.pt. Ficaria muito agradecido pois lá irei transcrever as amáveis palavras que aqui me endereçou.””

“JM a propósito dos Jornalistas
“JP
“2006-08-11 13:42
“Concordo em parte com o que o que diz, mas há sempre várias formas de ver o problema: por um lado não terão sido os jornalistas que obrigaram ou incentivaram esse génio fraco de espírito a efectuar o suposto suicídio, por outro, a divulgaçao da notícia pode ajudar alguns pais menos atentos a não se alienarem relativamente às actividades cibernáuticas dos filhos. É difícil julgar sem conhecer os pormenores.””

RESPOSTA:
“Resposta a JP
“Agradeço o seu comentário e as palavras que lucidamente nele escreveu. Na verdade, todas as coisas, como as moedas, têm o seu verso e o seu reverso. No caso em apreço apenas me questiono sobre o que será pior ou, se assim quiser, sobre o que será melhor... Na dúvida, acho que continuarei pensando como penso. Obrigado pela sua atenção.””

Acrescentarei que, na verdade, estando hoje, por aqui, imenso calor admito que na reciclagem esteja um pouco mais fresquinho!
publicado por Júlio Moreno às 20:43
link | favorito
De juliomoreno a 12 de Agosto de 2006 às 10:06
Obrigado "Contoselendas". Vá escrevendo no seu blog que eu vou lendo...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds