Sexta-feira, 10 de Junho de 2005

Jornalistas acusados pelo Ministério Público...

Há, hoje, notícia de que o MP terá deduzido acusação a alguns jornalistas que terão denegrido, com maior ou menor consciência do facto, figuras públicas e políticas e o próprio Chefe do Estado.


Não votei Jorge Sampaio. Não pertenço ao PS. Admiro Vitorino mas não simpatizo particularmente com Jaime Gama. No entanto, simpatizo muitíssimo menos com certa estirpe actual de jornalismo que tanta saudade me faz do jornalismo sério e probo, cristalinamente contundente, quando necessário, mas honesto e que sabia distinguir, nunca as ultrapassando, as fronteiras de uma decente legitimidade noticiosa, informativa e, muito principalmente, formativa.


Não quero, com isto, dizer que não tivesse havido mau jornalismo no passado e que a própria e abominável censura não tivesse contribuído para, de certa forma, o minimizar. Houve-o, como sempre o haverá. Só que, nos dias de hoje, a sua percentagem ultrapassa as raias do concebível para atingir níveis nunca imaginados tal a sua audácia e demonstrada falta de escrúpulo, sobretudo na tábua rasa que vem fazendo do tão discutido e proclamado "segredo de justiça" convertido, afinal, em segredinhos de Polichinelo; segredo de justiça esse que é igualmente desprezado, ao que vou observando, pela própria justiça que, só de tempos a tempos, se levanta em sua defesa, sua dele e sua dela, entenda-se!


Dirão que sou saudosista do passado! Assim será, não nego. Só que de um passado bem próximo, que ainda se enxerga na memória, de quando as pessoas sabiam escrever sem erros ortográficos e de sintaxe - não obstante os acordos luso-brasileiros, hoje talvez mais brasileiros do que lusos - e, dizendo o que pensavam, pensavam o que diziam!


Que horrorizados ficariam meu pai e meu , um, médico de profissão, e, outro, professor, homem de dicionários, filólogo e grande estudioso da língua portuguesa se se pudessem aperceber, ainda que só levemente, das mutilações que a língua que falavam vem sofrendo e do mal como vem sendo utilizada!


Senhores juízes: - apliquem, pois, a justiça da lei mas, sobretudo, a justiça das vossas consciências no que, estou certo, estas possam representar do verdadeiro querer do nosso povo que, gostando bem de romaria na romaria, não admitirá a chicana pseudo democrática que certos jornalistas vêm fazendo ao abrigo da liberdade de que dispõem mas que não entendem. A prová-lo, o recente incidente do Dr. Alberto João Jardim, que se excedeu, é certo, mas talvez por cansaço, como eu, desses mesmos senhores, sempre os mesmos…


E, já agora, recomendaria que, na escola de jornalismo, fosse aplicado o programa da quarta classe de 1945/46, de que deve haver cópias nos arquivos ministeriais e, se não houver por via da sanha destrutiva que se apoderou dos novos servidores da pátria, talvez se possam encontrar na moderna Torre do Tombo da Biblioteca Nacional (de Lisboa!).-.
publicado por Júlio Moreno às 12:23
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds