Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

Parece incrível...

Parece incrível! Mas… será verdade? Quando um primeiro-ministro mente descarada e impunemente ao País perante a passividade (leia-se cumplicidade) das Instituições, particularmente a da Justiça, já nada me deveria poder espantar… Mas espanta e faz-me sentir remorsos e quase vergonha de continuar vivendo a cultivar recordações de um passado de honestidade e de trabalho e cujo regresso parece tardar…

 

Tal como costumo iniciar estes meus textos mais contundentes, direi, mais uma vez, que “mão amiga” fez chegar ao meu conhecimento as linhas que se seguem e abaixo transcrevo sem qualquer outro comentário que não seja o de que a mim, como português e militar que fui, servindo sob as ordens de um dos mais ilustres cabos de guerra que este País já teve, o Marechal António de Spínola, me suscita tanta covardia, podridão e alegre e democrática política “sucialista”: - VERGONHA e NOJO!

 

Segue o texto tal como o recebi:

 

“Quem vai votar neste senhor? Tenham juízo! Da outra vez, este idiota nem soube o que fazer com os votos que teve!  - Deixem-no fazer poesia e que fique bem.”

 

“Assunto: FW: Comparando Militares do QP a Manuel Alegre "O DESERTOR"- REPASSAR para Portugal inteiro”.

 

“O pateta alegre, além de estar senil esquece o passado. Em democracia, excluindo a democrácia portuguesa, quem tectos de vidro deve estar enterrado, para que as pedras não lhe caiam em cima. Comparando Militares do QP a Manuel Alegre "O DESERTOR"- REPASSAR para Portugal inteiro”
 
“Comparando Militares do QP a Manuel Alegre "O DESERTOR"
“Apoio, subscrevo e assino por baixo.
“Manuel Alegre - um DESERTOR
“Muito obrigado pelo seu concordante comentário sobre a potencial candidatura de Manuel Alegre à “Presidência da República.
“Teria preferido, a bem da nossa Nação, que o seu comentário fosse no sentido de me provar que estou “errado, o que, lamentavelmente eu não vou ouvir de ninguém.
“Sabe, o que mais me incomoda é que, com 2 filhos e 6 netos, olho para o meu "prazo de validade" a chegar “ao fim e sei que vou morrer com a angústia de lhes deixar um País, uma Nação, governados por aquilo que já “o nosso saudoso Rei D. Pedro V - infelizmente morto na flor da idade - descrevia, na sua correspondência “para o seu tio Alberto, marido da Rainha Vitória de Inglaterra, como uma "canalhocracia".
“E inquieta-me profundamente que, desse último quartel do século XIX até aos nossos dias, não só nada tenha “mudado para melhor, como a imunda República que nos governa, cujo primeiro centenário que este ano os “socialistas irão celebrar e que custará aos contribuintes DEZ MILHÕES DE EUROS tenha, pela sua prática “política legitimado que possamos dizer, hoje, que não é mais uma canalhocracia que nos governa, mas sim (e “salvo raras e honrosas excepções) uma "quadrilhocracia".
“Na minha qualidade de cidadão em uniforme que dedicou à nossa Pátria os melhores anos de toda a sua vida, “a troco de um prato de lentilhas, já vi quase de tudo e, como anteriormente afirmei, só me falta ver Manuel “Alegre - um DESERTOR - eleito PRESIDENTE DA REPÚBLICA e, nessa qualidade e por inerência do “cargo, como Comandante Supremo das Forças Armadas Portuguesas.
“Espero que os portugueses acordem antes que tal possa acontecer. Cordialmente,
“Fernando Paula Vicente
“Maj-General da FAP (Ref.)””

“Quando estava num aquartelamento, no Norte de Angola, passava informações ao MPLA através de “um militar negro que prestava serviço nesse mesmo aquartelamento.
“Um dia, depois de ter tomado conhecimento deste caso, o Comandante da companhia mandou formar “as tropas e, com estas na posição de sentido, mandou esse militar negro dar um passo em frente: “ficaram todos a saber quem era o "Pombo Correio".
“Cada vez que o Traidor Alegre saía com a sua coluna em patrulha, nada lhe acontecia mas, no dia “seguinte, outro colega que saísse em patrulha, era logo atacado, originando baixas entre os nossos “soldados.
“Esse pateta alegre, alem de desertor-traidor à Pátria, é ainda assassino de portugueses pois que, depois “de ter desertado para o Congo Leopoldeville (actual Kinshassa), junto à povoação de Nóqui, no Norte “de Angola, enviava informaçóes através de uma emissora contendo informações das posições das “nossas tropas.””

“Noutros tempos estes crimes eram punidos com a pena de morte por fuzilamento. Nos tempos que correm, a “cobardia dá origem ao encolher de ombros, ao "deixa-andar", por isso está Pátria, que já foi, está “transformada num autêntico pântano!  PORTUGAL já era, não passa de "TERRA DO NUNCA", como no "Feiticeiro de Oz"...
“Conheci este General Piloto Aviador no posto de Capitão, na  antiga Base Aérea em Luanda; era pouco “falador, mas era muito educado e correcto o que me leva a partilhar totalmente das suas ídeias.
“Aníbal Pinho - Piloto da FAP Reformado””

 

Leram tudo?

 

Tenho 74 anos e já não sinto força física para afrontar tanta canalhice mas sou dos que acreditam que a força de um homem não reside apenas na sua força física mas que, quando esta faltar, será a força da razão a prevalecer e que esta saberá levar os seus netos a levantarem-se e a dizerem: - BASTA!

publicado por Júlio Moreno às 16:08
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds