Quinta-feira, 9 de Setembro de 2010

Não entendo e gostava que me explicassem…

Não entendo como é permitido que os supermercados – sofisticadamente apelidados de “grandes superfícies” que de tudo se cobram, ali, bem na hora e à passagem nas caixas - paguem aos fornecedores dos produtores que vendem, muito especialmente aos dos produtos ditos perecíveis, não produzidos em linhas fabris de produção e beneficiando de uma bem programada economia de escala, só 180 dias após o seu fornecimento, facto de que só há poucos dias me apercebi porque ouvi a notícia no telejornal!

Penso que 90% dos consumidores não se dá conta de que é isto mesmo o que se passa pelo que, aqueles que o sabem e poderiam mesmo fazer as contas a tão iníqua e, pelos vistos legal, forma de rendimento a que hoje se chamará rendibilidade, não o fazem ou por comodismo ou por medo!

É que são milhares ou milhões os euros que ficarão retidos durante meio ano e renderão milhões aos que os detêm sem qualquer outro trabalho ou risco que não seja o de pagarem, se calhar, vencimentos miseráveis aos que lhes fazem a contabilidade assim como aos que, hoje com risco de vida, fazem os respectivos transportes – quase sempre a horas certas, de uns locais certos para outros locais certos, que serão as casas fortes dos bancos onde irão ficar pouco tempo já que, agora por conta destes, correrão para as mãos dos que lhes vão mendigar empréstimos usurários e para os quais só lhes faltará dar como garantia a própria vida!

Nos intervalos, estes senhores em vez de jogarem nas roletas dos casinos jogam noutra muito mais sofisticada, que abrange o mundo e todas as moedas que nele circulam e que será a chamada Bolsa de Valores!...

É a chamada circulação fiduciária que alimenta hoje – e cada vez mais - todos os parasitas que vivem à custa dos que, trabalhando de sol a sol, ou noutros misteres de árduo labor humano, verdadeiramente dão de comer aos políticos e aos aristocratas das finanças que, mal vêem o caso mal parado, logo se decidem a passar alguns tempos de férias nas Caraíbas ou Seicheles enquanto que os outros, em prevaricando, as poderão passar à sombra, que não ao sol, de uma qualquer penitenciária!

Não será isto, exactamente isto, o que se passa nestes nossos países ditos “democráticos”?

publicado por Júlio Moreno às 11:49
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Mais uma vez mão amiga me...

. Um tristíssimo exemplo de...

. A greve como arma polític...

. A crise, o Congresso do P...

. O PRESIDENTE CAVACO SILVA

. Democracia à portuguesa

. ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

. Cheguei a uma conclusão

. A grande contradição

. O jornalismo e a notícia ...

.arquivos

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

.favorito

. Passos Coelho: A mentira ...

. Oásis

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds